Conserto de pisca-pisca de led – led decorative lights

Criamos este post de última hora para ajudar a todos que estão com as luzes da decoração da árvore de natal sem funcionar.

Ainda dá tempo de consertar o pisca-pisca de LED e impressionar os convidados com o explendor de sua árvore de Natal.

Você não vai querer decepcionar o Papai Noel quando ele trouxer os presentes e perceber que a árvore de Natal está com as luzes apagadas (queimada).

As luzes da árvore ainda encanta a criançada, os jovens e os de mais idade.

O Vídeo a seguir inicialmente pode ser até ilário, por outro lado, devemos ter muito cuidado ao comprar e instalar estes pisca-pisca devido a sua baixa qualidade e risco de curto circuitos.

http://www.youtube.com/watch?v=RyYMU-JyPWo

O pisca-pisca de led encanta a todos com o brilho das luzes, e basta queimar um lâmpada  ou um LED e uma parte da árvore fica nas escura. Neste post vamos analisar o funcionamento de um tradicional pisca-pisca de LED com controle automático de rítmo.

Este modelo de pisca-pisca possui um controle eletrônico com uma programação pré gravada que controla automaticamente o rítmo das piscadas com várias combinações diferentes.

Também é possível escolher um rítmo manualmente através de uma chave de toque no controle.

O rítmo das piscadas ficará atuando até a chave ser precionada novamente.

Este modelo de pisca-pisca de LED possui 8 combinações de rítmos das luzes.

1- Todos os rítmos serão executados sequencialmente, 2- As luzes acende e apaga em onda, 3- Sequencial, 4- Sequencial com fade, 5- Sequencial com flash, 6- Fade lento e 7- Sempre ligado.

Risco de choques elétricos, o conserto deste produto deverá ser realizado por pessoas com conhecimento em eletroeletrônica.

O circuito eletrônico

O circuito eletrônico de controle de rítmo é bem simples, possui uma fonte de alimentação de 190V com retificação direta, também temos uma fonte de 5V para alimentar o módulo digital de rítmos e duas saídas para acionamento individual da sequência de leds proporcionado pelos SCR PCR406.

O pisca-pisca de LED é constituído por dois ramos de 14 LEDs ligados em série, isto quer dizer que basta queimar um LED ou um resistor (RN) limitador de corrente que o ramo todo fique apagado. Veja o diagrama acima.

Cuidados importante

O pisca-pisca de LED funciona ligado a rede elétrica de 110 ou 220V, na embalagem é informado que funciona também ao ar livre (outdoor), mas não é recomendado o funcionamento em dias chuvosos ou com muita umidade, porque a caixa de controle e as luzes NÃO são a prova d’água e podem causar choques elétricos e curto circuitos se forem molhados.

Outro cuidado importante está relacionado com a qualidade do pisca-pisca, neste modelo encontramos  situações que poderiam colocar em risco o seu manuseio.

Antes de ligar o pisca-pisca verifique as ligações dos fios na caixinha de controle, percebemos que o cabo da rede poderá girar e curto circuitar a entrada da rede. Veja a seguir.

A soldagem do cabo da energia é negligente, o montador deixa os fios muito longos, o suficiente para provocar um curto circuito se o cabo torcer dentro da caixa plástica.

Para solucionar este problema e não correr o risco de curto circuito, retire a cola quente do local e refaça a soldagem dos fios, deixando o comprimento do cobre o necessário (1 a 2 mm de comprimento) para soldar na placa. Veja a figura a seguir.

A seguir posicione os fios dos leds e do cabo de energia adequadamente em cada canaleta, servindo assim de guia e evitar de torcer internamente, (isso os xingling não sabem que é possível fazer…hi.) e em seguida aplique cola quente para fixar os fios e preencher o espaço vago da calaneta.

Se não tiver aplicador de cola quente utilize a mesma cola que retirou do local e use o ferro de soldar a meia temperatura para derrete-la novamente no local.

Pronto, agora é só fechar a caixa do controle e ligar.

Consertando possíveis defeitos

O pisca-pisca não possui fusível, aliás, não possui nenhum tipo de proteção em caso de curto ou componentes com problema. Por isso NÃO aconselhamos liga-lo diretamente nas tomadas. Utilize para tal uma extensão protegida com fusível ou dijuntor.

Como mencionamos acima, um defeito na caixa de controle, pode apagar uma sequência de LEDs ou deixar o pisca-pisca totalmente apagado ou aceso.

Defeitos nos diodos e resistores da fonte pode deixar o módulo de controle inoperante, para os diodos podem ser utilizados o 1N4007, facilmente encontrado no mercado, temos ainda o capacitor eletrolítico de 33uf/50V responsável em filtrar a tensão de 5V DC para o módulo de controle.

A queima dos resistores de polarização do módulo também o deixa inoperante e seus valores são 150K e 2M.

O controle dos rítmo das piscadas é feita pelo módulo de controle, trata-se de um sub-circuito memória e não tem como conserta-la, mas podemos reaproveitar o módulo de outro pisca-pisca igual sucateado.

Para o acionamento dos LEDs são utilizados dois (uma para cada canal) SCR PCR406, em caso de defeito a sequência de LEDs poderá ficar apagada ou totalmente acesa. Este componente é difilcilmente encontrado no comércio mas você poderá utilizar como substituto o SCR MCR106-8, funciona normalmente.

 

O MCR106-8 tem um encapsulamento diferente do PCR406 e por isso os terminais Anodo, Catodo e Gate estão em posições diferentes.

Veja na figura ao lado a correta posição do MCR106-8 soldado na placa no lugar do PCR 406.

O SCR MCR 106-8 é facilmente encontrado em lojas de componentes eletrônicos.

Verifique também a existência de solda fria (trincada) nos terminais da placa do módulo de controle.

A queima de um LED ou de um resistor limitador pode deixar uma sequência de LEDs, totalmente apagada, para descobrir qual o LED ou o resistor que está queimado você terá que testar um por um até encontrar o danificado. Para facilitar a jornada de teste, faça a medição dividindo a sequência de LEDs em duas metades e assim sucesivamente, deste modo você vai isolando a metade com problema até chegar ao componente danificado.

Em muitos casos a sequência de LEDs acende normalmente e apenas um LED encontra-se apagado, então concluímos que este componente está em curto e poderá ser trocado diretamente. Lembre-se, em uma sequência pode haver mais que um componente queimado.

NÂO utilize o modo de ir curto circuitando o LED para descobrir qual está queimado, você poderá tomar um choque elétrico.

Para trocar o led proceda da seguinte forma:

Retire a capa plática que cobre os terminais do LED, juntamente com o separador (isolador) dos terminais do LED e desolde o LED queimado.

Antes de soldar o novo LED, prepare uma capa plástica no fio para servir de isolador para os terminais do LED. A capa plástica poderá ser retirada de cabos de rede flexível e deverá ser maior que o comprimento dos terminais do LED.

Solde o LED e coloque o separador entre os terminais do LED. Os terminais não podem em nenhum momento se tocarem. Caso tenha danificado o separador original, você poderá isolar cada terminal em separado com um espaguete plástico fino, para depois cobrir totalmente com a capa plástica maior. Veja a figura abaixo.

Após isolar cada terminal em separado utilizando espaguetes finos ou o separador original, puxe a capa maior para promover uma isolação total do conjunto. Para um trabalho perfeito, você poderá utilizar tubos plásticos retráteis (tubos que encolhem com o calor).

Como mencionamos acima, os LEDs comuns podem não acender ou acender com um brilho fraco. Caso não encontre um LED substituto você poderá deixar um LED fora sem prejudicar a sequência. Para isso podemos utilizar um diodo 1N4007 no seu lugar, deste modo a sequência de LED continurá funcionando normalmente sem sobrecarregar o circuito, agindo assim podemos retirar vários LEDs queimados ou em curto sem prejudicar o circuito. Veja a figura abaixo.

Retire o LED queimado e  solde no seu lugar um diodo 1N4004 ou 1N4007. Caso a sequência de LEDs não acender, inverta o posição do diodo e solde novamente. Observe que alguns LEDs da sequência possuem o resistor limitador de corrente (2K), ao trocar um led por um diodo o resistor deverá ser mantido em série com o diodo.

Em seguida isole o diodo puxando uma capa plástica cobrindo-o totalmente.

Alguns LEDs da sequência possuem resistores limitadores de corrente. Este resistor está ligado em série com o LED no circuito (veja o esquema acima), deste modo se um destes resistores queimarem, a sequência ficará totalmente apagada. Resistores de 2K não são comuns no mercado, neste caso utilizaremos resistores de 2K2 facilmente encontrado no mercado. Também poderá ser associado dois resistores de 1k em série obtendo assim o valor adequado.

Comprovado o perfeito funcionamento, monte corretamente a placa de controle na caixa plástica e contemple a beleza da sua árvore de Natal. Boas festas.


Deixe uma resposta para Everaldo Passos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

82 pensamentos em “Conserto de pisca-pisca de led – led decorative lights”