Manutenção preventiva nas lâmpadas das iluminárias de emergência

iluminaria-empaluxFaça uma manutenção preventiva, elimine mau contatos ou troque as lâmpadas queimadas das iluminárias de emergência facilmente.

Não corra o risco de ficar no escuro por falta de cuidados com o seu sistema de iluminação de emergência.

Geralmente lembramos de fazer a manutenção do nosso sistema de iluminação de emergência quando o mesmo falha ao cair a rede elétrica. Neste artigo vamos detalhar como fazer uma manutenção preventiva, eliminando maus contatos e trocando as lâmpadas que estão queimadas no sistema de iluminação de emergência.

A maioria das iluminárias seguem um mesmo padrão de fabricação, não sendo muito diferente para outras marcas.

importantePara realizar este trabalho, mantenha a iluminária desconectada da rede elétrica e posicione a chave de ligar na posição central (OFF), as lâmpadas deverão se manter apagadas durante todo o processo.

Para se ter acesso as lâmpadas da iluminária o primeiro passo é retirar a lente que protege as lâmpadas no aparelho. Para realizar a manutenção siga estes passos.

desencaixe-lenteengate-lente

1 – Para desencaixar a lente, intruduza a ponta de uma lâmina de faca entre a lente e a base da iluminária, ao mesmo tempo faça um pequeno esforço para cima, você notará que a lente desencaixa facilmente do engate. Faça isso nos quatro engates da lente, logo após puxe a lente para cima.

retirada-lampada2 – Retire as lâmpadas do seu suporte, para isso pegue com dois dedos na região metálica da lâmpada e puxe com certo cuidado para cima, desencaixando a lâmpada do seu suporte, faça o mesmo do outro lado da lâmpada. Não tente puxar a lâmpada pegando no meio da lâmpada, poderá quebra-la.

terminal-lampada3 – Observe o estado dos terminais da lâmpada, o mesmo deve estar brilhante. Os terminais são feitos de metal, posuem a cor amarelo brilhante quando limpos, com o passar do tempo torna-se escuros e sem brilho devido a oxidação, ocasionando mau contatos e falha no acendimento das lâmpadas.

Para limpar, utilize uma lixa fina 600 e remova toda a oxidação até se tornar amarelo brilhante. Você poderá realizar a limpeza utilizando uma borracha de apagar (abrasiva), funciona muito bem. Retire todo o tipo de pó que tenha ficado nos terminais, não é necessário aplicar nenhum tipo de lubrificante.

terminal-amostra

Observe também o estado dos contatos do soquete da lâmpada, se tiver algum tipo de sujeira remova-a. Aproveite e limpe a base refletora e a lente se for necessário. Limpe as lâmpadas com um pano levemente úmido com detergente.

Se tiver lâmpada queimada troque-as por outras de igual potência e tamanho, observe a numeração impressa na própria lâmpada. Geralmente são utilizados lâmpadas fluorescentes de 8 W 6400K F8T5/D.

teste-lampada-fluorescente1filamento-lampada

A lâmpada fluorescente pode queimar, isso mesmo, assim como as lâmpadas incandecentes, as lâmpadas fluorescentes possuem internamente dois filamentos. Estes filamentos estão conectados aos terminais laterais da lâmpada. Para testar é muito simples, utilize um multímetro na função OHM (medição de continuidade), a resistência a ser medida fica em torno de 20 a 30 OHM para este tipo de lâmpada. Se o filamento estiver aberto a lâmpada está queimada e deverá ser substituida por uma nova. Observe a figura acima.

encaixe-lampadaencaixe-oposto-lampada

4 – Para reinstalar, coloque a lâmpada na ranhura do soquete e pressione na parte metálica até encaixar corretamente, faça isso do outro lado também. Verifique se a lâmpada está bem presa em ambos os lados.

5 – Antes de colocar a lente, faça o teste de funcionamento, caso uma das lâmpadas não acender quando ligado, desligue a iluminária e verifique se há mau contato no soquete,  tente trocar as lâmpadas de lugar, tente inverter a sua posição.

encaixe-lenteComprovado o perfeito funcionamento, encaixe a lente na base prendendo-a através dos engates laterais. Instale no seu lugar definitivo.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Manutenção preventiva nas lâmpadas das iluminárias de emergência”